Temor pela Terceira Guerra Mundial derruba website do Serviço Seletivo dos EUA

0
154


Depois do ataque americano que matou o supremo comandante militar do Irã, no dia 3 de janeiro, cresceu nas mídias sociais a especulação de que a ação militar dos EUA pode causar uma Terceira Guerra Mundial e que uma convocação de tropas poderia vir em seguida. Por lei, todos os americanos, natos e naturalizados, precisam se registrar nas forças armadas entre 18 e 25 anos e podem ser convocados em situações extremas.

Geralmente, o registro é rotina e não passa do simples preenchimento de um  formulário, mas nos últimos dias a obrigação gerou preocupação entre os jovens, tanta que acabou derrubando temporariamente o website do Serviço Seletivo das forças armadas — Selective Service — a agência do governo que guarda o registro dos americanos que podem ser chamados em caso de guerra. “Devido à divulgação de desinformações, nosso website está tendo um excessivo volume de tráfego momentaneamente”, informou o Serviço pelo Twitter.

Afinal de contas, se houver guerra, quem será convocado?

Desde 1973, graças aos protestos contra as convocações durante a Guerra do Vietnã, por lei o serviço militar não é obrigatório nos Estados Unidos. Hoje, todo o efetivo militar americano de cerca de 1.2 milhões de soldados é composto por voluntários. Para que isso mude é preciso que o Congresso aprove uma nova lei e que ela seja assinada pelo presidente.

Todos os homens entre 18 e 25 anos precisam registrar-se no sistema do Serviço Seletivo. O registro pode ser feito na hora em que o cidadão tira uma carteira de motorista, ou quando se candidata para o crédito universitário federal. Mas isso não quer dizer que ele será automaticamente convocado em caso de guerra. Caso não se registre, no entanto, ele sofrerá punições que durarão por toda a vida, como por exemplo ficar proibido de receber ajuda financeira federal ou trabalhar para o governo federal.

Mulheres não precisam registrar-se e não são convocadas para uma eventual guerra, de acordo com a lei em vigor. Mas no ano passado um juiz federal determinou que a exclusão de mulheres no processo de registro militar é inconstitucional. Por isso, uma comissão militar começou um estudo para incluir mulheres no registro. Os resultados do estudo devem sair em março de 2020. Desde 2015, entretanto, mulheres voluntárias são aceitas em todos os postos militares de todas as armas.

O Sistema Seletivo informa que, em caso de guerra, o efetivo atual das forças armadas é mobilizado, e que somente no caso de uma crise de segurança mais grave os homens poderão ser convocados, através de um sistema de sorteio e data de nascimento. O convocado então terá suas condições físicas e mentais avaliadas, antes de efetivado ou dispensado.

Imigrantes precisam registrar-se?

De acordo com o Serviço Seletivo, com muito poucas exceções todos os homens entre 18 e 25 anos que residirem nos Estados Unidos precisam registrar-se. A lista inclui imigrantes natos e naturalizados, imigrantes indocumentados, residentes permanentes (portadores de green card), requerentes de asilo, refugiados e homens estrangeiros cujo visto expirou há mais de 30 dias. Trabalhadores ou estudantes com vistos de não-imigrante estão isentos do registro. O sistema avisa que não solicita informações sobre o status imigratório na hora do registro, e portanto não compartilha dados imigratórios com nenhuma outra agência federal. A regra geral é que se um estrangeiro resolve morar nos EUA, independente de sua situação imigratória ele deve registrar-se no serviço seletivo se tiver entre 18 e 25 anos. Os cidadãos com dupla nacionalidade também precisam registrar-se entre 18 e 25 anos, mesmo que morem fora do País.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here