sábado, abril 20, 2024
HomemundoTrégua entre Israel e o Hamas entra no 4º dia, mas deve...

Trégua entre Israel e o Hamas entra no 4º dia, mas deve ser prolongada por mais dois dias, diz Egito; ACOMPANHE

Mortes no conflito chegam a 13.702 — 1.402 do lado israelense e 12.300 na Faixa de Gaza, segundo o governo do Hamas (os números não puderam ser verificados de forma independente).

Trégua deve ser prorrogada por mais dois dias, diz Egito

A negociação para prorrogar a trégua nos ataques de Israel à Faixa de Gaza está em “estágio avançado”, afirmou segunda-feira (27) o governo do Egito.

Segundo o país, o acordo que prevê a trégua deve ser estendido por mais dois dias – ou seja, em vez desta segunda, terminaria só na quarta-feira (29).

A prorrogação também significa que o Hamas libertará mais reféns, além dos que já havia se comprometido a soltar pelo acordo original com Israel, que entrou em vigora na sexta-feira (24).

Há 1 hora

Onze reféns israelenses serão soltos nesta segunda, diz Egito

O governo do Egito disse nesta segunda-feira (27) que mais 11 israelenses que estão entre os sequestrados pela Hamas serão libertados ainda nesta segunda.

Caso confirmado, o grupo será a última leva de reféns libertados a partir do acordo entre Israel e Hamas, que começou na sexta-feira (24) com uma trégua por quatro dias nos ataques à Faixa de Gaza.

Ainda segundo o Egito, que participou das negociações, os dois lados ainda discutem a libertação de 33 palestinos presos em Israel.

Há 1 hora

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

EUA, UE e Catar tentam mais três dias de trégua, diz ministro da Autoridade Nacional Palestina

Países envolvidos na negociação para prolongar a trégua nos ataques de Israel à Faixa de Gaza tentam mais três dias sem combates, disse nesta segunda-feira (27) o ministro de Relações Exteriores da Autoridade Nacional Palestina, Riyad Al-Maliki.

Al-Maliki participa de um fórum entre países mediterrâneos sobre o conflito no Oriente Médio em Barcelona, na Espanha.

“(Os países)…estão tentando estender a trégua em até três dias, mas ninguém sabe nada ainda”, declarou o ministro da ANP, que atualmente governa a Cisjordânia.

Participam da negociação para estender a trégua Estados Unidos, União Europeia, Catar e Espanha. Caso um acordo seja alcançado, a trégua pode durar então até quinta-feira (30).

No fim de semana, o presidente dos EUA, Joe Biden, disse que seu país tentava prolongar a trégua.

Há 5 horas

Chefe da diplomacia da UE diz que palestinos e israelenses têm direitos legítimos à terra e que devem compartilhá-la

O chefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borrell, disse em um Fórum de União do Mediterrâneo, nesta segunda-feira (27), que “o caminho para a paz está longe, mas não é improvável. Ambos os povos têm direito igual e legítimo à mesma terra, por isso devem compartilhá-la (…) Gaza não deve ser recolonizada por Israel”.

Ele afirmou ainda que a trégua de 4 dias é um primeiro passo importante no conflito, mas que o processo para a paz é longo.

Há 6 horas

‘Era o negócio da família, o meu destino estava ligado ao futuro do Hamas’, diz filho de cofundador do grupo terrorista

Fantástico entrevistou com exclusividade Mosab Hassan Yousef, filho mais velho de Hassan Yousef, um dos fundadores do Hamas. Mosab foi testemunha da criação do grupo terrorista na própria casa, em Ramallah, na Cisjordânia.

“Era o negócio da família, o meu destino estava ligado ao futuro do Hamas. (…) O Hamas fornecia segurança, prestígio, status, todo o conforto. Então, o Hamas era tudo para mim”, relembra.

Apesar de o pai ser um respeitado e conhecido líder, o menino palestino não escapava de atos violentos: “Desde criança, eu não gostava da disciplina rígida deles, porque se você violar as leis do Hamas, será punido”.

Israel e Hamas enfrentam problemas em listas para saída de reféns e presos

O governo de Israel e o Hamas levantaram preocupações sobre as listas que estão sendo feitas para a libertação de reféns israelenses e soltura de presos palestinos, nesta segunda-feira (27). A informação foi obtida pela Reuters com uma fonte ligada às autoridades.

“Há um pequeno problema com as listas de hoje. Os cataris estão trabalhando com ambos os lados para resolver o problema e evitar atrasos”, disse.

O Catar está envolvido com as negociações da trégua entre Israel e o Hamas. Estados Unidos e outros agentes internacionais também participam das conversas.

Há 8 horas

O último dia de acordo e a pressão por uma extensão

Entrou no último dia, nesta segunda-feira (27), o período de trégua acordado entre Israel e o Hamas para a libertação de reféns e entrada de ajuda humanitária na Faixa de Gaza. Entretanto, Estados Unidos, Catar e mediadores internacionais trabalham para prolongar a pausa no conflito.

O acordo prevê um cessar-fogo temporário de quatro dias, que começou na sexta-feira (24). O Hamas se comprometeu a libertar cerca de 50 reféns. Por outro lado, Israel concordou em soltar 150 palestinos presos no país.

Até a madrugada desta segunda-feira, o Hamas havia libertado 58 reféns, enquanto Israel soltou 117 palestinos. Leia mais.

Há 8 horas

Cruz Vermelha: mais 19 palestinos foram liberados

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha anunciou a liberação completa de mais 19 palestinos que estavam detidos em Israel, neste domingo (26). Mais cedo, a organização já havia feito a liberação e transporte de 17 reféns do Hamas em Gaza.

Há 19 horas

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Netanyahu diz a Biden que retomará força total em Gaza

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse neste domingo (26) que conversou com Joe Biden, presidente dos Estados Unidos. Por telefone, Netanyahu disse a Biden que, ao fim do período de cessar-fogo, Israel retomará a operação militar na Faixa de Gaza com força total.

O primeiro-ministro israelense também afirmou que pode prorrogar o cessar-fogo caso isso facilite a liberação de dez reféns adicionais todos os dias, como definido no acordo original intermediado pelo Catar. Biden, segundo comunicado da Casa Branca, concordou em trabalhar para “garantir a liberação em segurança de todos os reféns”.

Há 19 horas

Exército israelense promete continuar a ‘missão’ para trazer reféns

O porta-voz militar de Israel, Daniel Hagari, disse em uma conferência de imprensa que a missão do exército ainda não foi cumprida, uma vez que trabalha para recuperar todos os prisioneiros detidos pelo Hamas na Faixa de Gaza.

“Nossa missão não estará completa até que todos os reféns voltem para casa”, disse Hagari. As informações são do jornal do Catar, Al Jazeera.

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments